Alergia alimentar: O que colocar nas lancheiras das crianças? Parte 2

Adriana Costa

Por Flavia Ribeiro

Dando continuidade a nossa série, trazemos mais algumas questões para a Nutricionista Adriana Costa. Se você ainda não leu a primeira parte, acesse aqui. 

Como substituir os alérgenos proibidos por alimentos equivalentes?

Adriana Costa –  É preciso estar atento pois existe o alimento equivalente nutricionalmente e o alimento que pode ser utilizado como substituto em receita. Além disto é necessário praticar para aprender a utilizar os substitutos, pois a textura, o sabor e várias outras características são diferentes, não espere que a receita inclusiva fique exatamente igual a receita original !

Como aprender sobre grupos de alimentos e valor nutricional sendo apenas pais e mães e não profissionais da nutrição?

Adriana Costa –  Acho que o mais importante é saber montar as refeições da criança com todos os grupos alimentares; observe a minha logomarca  é um pratinho convencional com as proporções dos grupos alimentares; 

vermelho – legumes 

verde – folhosos 

amarelo- proteína animal 

marrom- leguminosas

branco- cereais ou tubérculos

Você pode nos dar um exemplo de receita que em geral faz sucesso com as crianças e é livre dos principais alérgenos que causam reações entre os brasileiros?

Adriana Costa –  Vou resumir:

Pão de Beijo (sem leite, ovo, trigo, soja, castanha e milho)

Ingredientes

2 xícaras de batata baroa cozida amassada (pode substituir por outro tubérculo de sua preferência, mandioca, batata doce, etc.)

1 xícara de polvilho doce

1/2 xícara de polvilho azedo

70 ml de óleo ou azeite

40 ml de água 

1 colher de sopa de chia (opcional)

sal *e tempero a gosto (orégano e alecrim)   

*(não utilizar para bebê menor de 1 ano) 

Modo de preparo 

Pré aqueça o forno por 10 minutos antes de assar, misture bem todos os ingredientes com as mãos, a massa vai ficar parecendo uma massinha de modelar.

Enrole as bolinhas e coloque para assar ! 

Fique atenta ao forno pois ele assa muito rápido. Se gostar de mais crocante deixe por um tempo maior! 

Referências: 

  1. BRASIL, Ministério da Saúde. Guia Alimentar para crianças Brasileiras menores de 2 anos, Ministério da Saúde, Brasília DF, 2021. www.saude.gov.br/bvs>
  2. YONAMINE H, G; SARNI, R, O, S ;Terapia Nutricional: etapas envolvidas, in: COCCO ,R, R; MENDONÇA R, R; SARNI,R ,O, S;SOUZA, F, I, S, S; SOLÉ, D  Terapia Nutricional na Alergia Alimentar em Pediatria, Ed Atheneu, 2019. (p.19/38).

 

Flávia Ribeiro Nunes Pizelli, jornalista,
produtora de conteúdo e mãe de alérgicos!
E-mail: ribeironunesflavia@gmail.com

Leia + posts

Leia também:

Alergia alimentar: O que colocar nas lancheiras das crianças? Parte 1

Ebook: “Culinária inclusiva”

Projeto Adolescência: Capítulo novo cheio de desafios

Flávia Ribeiro O tempo passa muito rápido e a vida vai seguindo seu curso. Quando eu olho pra trás vejo Leia mais

Uma família churrasqueira e em alerta

[caption id="attachment_3619" align="alignright" width="340"] Treinamento de churrasqueiro na família de Flávia. Por Flávia Ribeiro Os churrascos sempre foram um desafio Leia mais

Copo de adultos com restrições alimentares não entra bebida aleatória!

Por Flávia Ribeiro Final de ano, comemorações, encontros, brindes! Fiquei a refletir como a vida de alérgico é diferente até Leia mais