Muito diálogo com os filhos alérgicos

Fabiana Teodoro Fernandes, São Simão-SP – @receitaparaalergicos

Os noticiários nos trazem, hora ou outra, matérias de adolescente, jovens, adultos e crianças que vão a óbito devido a reações alérgicas fatais, e estas já diagnosticadas antes na maioria das vezes.

Diante de fatos tão tristes, que nos chocam, vem a questão de como devemos preparar nossos filhos visto que a medida que crescem nem sempre estarão ao alcance de nossos olhos.

Entendo que com muita informação, clareza, diálogo e também leveza, pois desde bem pequenas as crianças são capazes de compreender sobre suas restrições alimentares e outras alergias, e a importância de se cuidarem.

A medida que crescem,  a responsabilidade também os acompanham e nós, pais, devemos estar atentos a lhes informar sobre como devem se prevenir, estarem sempre com as medicações em mãos, na dúvida não se arriscarem nunca e em casos de acidentes que não hesitem em usá-la e procurar imediatamente o hospital.

Aqui convivemos com as alergias alimentares e também com a urticária ao frio, que pode trazer riscos graves a depender da reação. E apesar de achar importante a leveza, o bom humor e a alegria sempre orientei minhas meninas de forma bem clara sobre os riscos e as medidas de segurança. No caso da urticária ao frio, a piscina (água gelada) sempre foi um agravante de reações mais graves e motivo de preocupações quando minha filha mais velha era criança. Agora tenho duas moças bem sabidas e prevenidas por aqui.

Vamos orientar nossos filhos, a informação salva vidas!

Leia também:

Um desabafo sobre os riscos diários dos alérgicos alimentares

Alergias alimentares no ambiente escolar: entrevistamos a Nutricionista Ninodja Kadja

 

Filho Alérgico, Mãe Surtada. Com bastante sorte.

Camila Nogueira, mãe da Juju @filhoalergicomaesurtada Hoje estou aqui para contar um pouquinho da nossa história na alergia. Falo “nossa” Leia mais

Os beijos de Sarah

Por Sarah Soares, Florianópolis  @_alergico Vou compartilhar um pouco minha experiência sobre beijos. Eu não vivi minha adolescência alérgica também. Leia mais

Hospital e inclusão: A história de Camila

Me chamo Camila L. G. Andrade, sou cozinheira inclusiva da DaLu Sem Leite e fisioterapeuta de formação. Sou casada há Leia mais

Alergia com Alegria

Por Maria Gabriela Tolentino Mattos de Paiva @alergia.comalegria Tudo começou com um arroz, minha pequena Maria tinha 1 ano e Leia mais