Vacina contra Covid-19: um presente mesmo para quem tem alergia alimentar

E este ano de 2020 fecha com um presente dos cientistas! A vacina contra a Covid-19! Não só uma, mas várias, de diferentes continentes! Surpreendentemente as pesquisas avançaram muito em menos de um ano! Especialistas dizem que é um tempo recorde para a criação de uma vacina.

Tá certo, a gente ainda tem muitas dúvidas sobre elas, mas uma sombra está aterrorizando muitas famílias alérgicas desde que no primeiro dia de vacinação no Reino Unido duas pessoas tiveram choque anafilático, a reação alérgica mais grave e que deixa a todos nós de cabelos em pé! Quem tem uma reação destas não tem a garantia que vai sobreviver, mesmo que seja socorrido em tempo hábil.

No dia em que as reações foram noticiadas, eu e minha família estávamos tomando o café da manhã e vendo o telejornal. Quando a jornalista leu a notícia Joaquim olhou pra mim e levantou as sobrancelhas! Eu respondi com o mesmo gesto e depois concluí: a gente já esperava que pudéssemos precisar de algum cuidado especial também para esta vacina.

Aqui em casa, desde que descobrimos as alergias alimentares as vacinas sempre foram motivo de planejamento e muitos cuidados. Muitas delas tivemos que adiar para o momento oportuno, como a de Febre Amarela e as de gripe. A de sarampo Maria também precisou adiar, até que chegasse ao Brasil uma opção que não tivesse em seus componentes a proteína do leite de vaca.

Os meninos fizeram vacinas permitidas no posto de saúde mesmo, mas com orientação médica do alergista e do epidemiologista. A maior parte das vacinas eles fizeram em Campos-RJ, mas como estamos morando fora há pouco mais de dois anos algumas continuam sendo feitas em locais onde as pessoas não os conhecem, seguindo os cuidados de sempre.

Maria fez muitas vacinas no hospital. Todos os médicos concordavam que deveria ser assim e seguimos à risca o que eles diziam. Atualmente todos três vão ao posto de imunização com as orientações médicas prescritas, as vezes fazem medicamento pré e pós vacina e têm sido vacinados sem maiores transtornos. Mas confesso a vocês que eu e Tiel sentimos um alívio quando conseguimos fechar os cartões de vacina. Todas estão em dia.

Sobre a nova, contra Covid-19, tenho a dizer que acredito que ela é realmente um presente. E não estou maluca porque duas pessoas tiveram choque anafilático no Reino Unido. Existem outras opções, de outros laboratórios. Os médicos e cientistas estão divulgado que em geral as formulações são com poucos ingredientes e nós ainda nem temos a possibilidade de sermos vacinados por aqui.

Então calma e planejamento serão nossa meta sempre em relação a imunização. Assim como não dou comida a eles, nem medicamentos sem ler os rótulos, sem plano, não vou vacinar sem pensar. Aprendi que na vida de um alérgico, na de cinco então, o sucesso depende de estratégias simples que envolvem conhecimento e planejamento, sempre!

Já conversei com nosso médico e vi tudo o que outros médicos estão falando sobre as reações alérgicas e quando chegar a hora vamos seguir um plano de vacinação que eles traçarem para os alérgicos e dar graças a ciência e aos cientistas que fazem nosso planeta dar saltos de desenvolvimento.

A possibilidade de uma reação alérgica com uma vacina sempre fez parte da nossa vida e vacinar sempre foi importante! Então sigamos a ciência e tenhamos calma para decidir pela melhor estratégia de vacinação! Uma boa imunização a você e sua família, quando ela puder ser feita!

Flávia Ribeiro Nunes Pizelli, jornalista,
produtora de conteúdo e mãe de alérgicos!
E-mail: ribeironunesflavia@gmail.com

Leia + posts

Crescendo e adolescendo com alergia alimentar

Flavia Ribeiro Um questionamento tem sido mais frequente entre os pais de alérgicos: e se eles chegarem à adolescência com Leia mais

Depois de um filho alérgico alimentar você teve medo de ter outro?

Flávia, Joaquim, Pedro e Maria. Foto: Caroline Chalita Quando eu era criança e pensava em um Leia mais

Acessórios identificadores de alergias. O que pensam pais e mães.

Tatuagens e pulseiras como forma de proteção de alérgicos Atire a primeira pedra o pai ou mãe de alérgico que Leia mais

Aproveite para ser feliz com a Alergia Alimentar!

Carnaval em São Paulo: Pedro e Joaquim com a prima Clara, chuva e a alegria de Leia mais