Pais participam de reunião do Grupo de Ação de Alergia em escola de Jundiaí-SP

Republicamos a notícia da Prefeitura Municipal de Jundiaí, demonstrando que o trabalho de conscientização é diário. Desta vez, feito por nossa colaboradora, Erika Gomes. 

 

Em continuidade às ações para do Grupo de Ação de Alergia na Escola (GAAE), que trabalha a alergia alimentar no ambiente escolar, foram realizadas na tarde desta sexta-feira (25), reuniões com os pais de alunos da rede municipal de ensino que apresentam alergia alimentar

Érika Gomes, mestre em Psicologia Clínica e criadora do projeto comandou as reuniões que têm como objetivo formar uma rede de apoio aos pais com filhos com alergia. “A ideia é que vocês contem com uma rede para troca de experiências, além do apoio da Unidade de Gestão de Educação. A inclusão da criança com alergia não é fácil e todos precisam cuidar dela. O ambiente escolar é de muita importância, pois é onde as crianças passam boa parte do dia”, afirmou.

Mãe da Alice Parra Silva, de 10 meses, que estuda na EMEB Martha Burgos, Vanilda Ramos da Silva, contou que a filha tem alergia ao leite e ao ovo, sendo essa última muito grave. “A adaptação realmente é difícil, pois envolve toda a família. Além disso, o risco é constante, pois um adulto que tem conhecimento da alergia não vai oferecer o alimento, mas uma criança pode fazer isso por não ter consciência”, conta Vanilda.

Reunião on-line com pais sobre alunos com alergia alimentar

Paula de Almeida Duarte é mãe da Helena Duarte da Cruz, de 4 anos, aluna da EMEB Benedita Alzira, que comentou que se sente acolhida e muito feliz com a equipe da escola. “O pessoal da EMEB me liga para perguntar se podem ou não oferecer algum alimento diferente, se podem fazer uma substituição para que a Helena não fique com vontade de comer algo. Eu me sinto muito segura porque a equipe tem interesse em saber sobre o assunto, em estudar e cuidar da minha filha”, comentou a mãe.

Durante o encontro, Erika apresentou informações sobre alergias, as ações realizadas pela Unidade de Educação para que as equipes atuem em caso de episódios com reações alérgicas. As mães participantes contaram sobre a alergia dos filhos e também sobre situações vivenciadas por conta de alergia, inclusive compartilhando boas práticas já adquiridas e sugestões de ações para serem realizada em conjunto para ampliar o grupo.

“É  preciso que os envolvidos com as crianças aprendam sobre a alergia, leiam rótulos, mudem hábitos e valores por cuidado à criança”, lembra a gestora de Educação, Vastí Ferrari Marques.

Assessoria de Imprensa
Fotos: Divulgação

Pais participam de reunião do Grupo de Ação de Alergia na Escola | Notícias (jundiai.sp.gov.br)

E-book: Sem leite, com amor.

E-book completo contendo 215 receitas deliciosas e práticas sem leite e soja (algumas sem ovo e glúten) e inspirações para Leia mais

Tive uma anafilaxia. E agora?

A anafilaxia é uma reação grave de hipersensibilidade, ou seja, coisas comuns, que em indivíduos não alérgicos não causariam praticamente Leia mais

O que as escolas precisam saber para receber uma criança com alergia alimentar?

Se você não conhece uma criança com alergia alimentar, nunca deve ter se atentado à importância de uma escola estar Leia mais

ASBAI cria o Registro Brasileiro de Anafilaxia

A Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI) anuncia a criação do Registro Brasileiro de Anafilaxia, que – a partir Leia mais