Lucas na “Contains: Courage FARE Summit”

Olá, meu nome é Lucas e eu tenho 8 anos eu tenho alergia a trigo, cevada, centeio e ovo. Eu tenho um irmão e o nome dele é Felipe. Ele tem 3 anos. Eu descobri minha alergia com 7 meses, quando meus pais me deram uma sopa pela primeira vez com massa que tinha trigo e logo depois eu fiquei vermelho e fui para o hospital.

Esse ano, no início de Novembro, eu fui pela primeira vez com minha mãe em um evento sobre alergias alimentares em Washington, DC, nos Estados Unidos, que se chamava Contains: Courage FARE Summit (em tradução livre Contém Coragem). FARE é a Food Allergy Research and Education, uma organização Americana de alergias alimentares. No evento tinham umas mil pessoas e eu me senti muito emocionado, porque não vi ninguém do Brasil, além da gente!

Foi legal conhecer outras crianças e adolescentes com alergias! Foram dois dias de evento e a palestra que mais gostei foi o Innovation Tank. O innovation tank era 5 adolescentes apresentando tecnologias para alérgicos, como o meu favorito que foi o aplicativo que é um leitor que lê o código de barra nos rótulos dos alimentos e cita os ingredientes e principalmente os alérgenos.

Durante o evento, eu aprendi que existem maneiras de viajar com segurança. Como por exemplo pesquisar sobre a área onde irá ficar, levar algumas comidas seguras e sempre ter sua medicação. Faça um plano de ação caso você tenha uma reação alérgica, e carregue isso sempre com você.

Eu me senti muito seguro por estar lá, especialmente a alimentação, pois eles tinham opções de restaurantes na área com explicação de quais alergias eles poderiam incluir e também no evento tinha uma área com amostras de biscoitos e outros lanchinhos que eram ok para mim. A única coisa que me deixou assustado é que as pessoas perguntavam sobre as minhas alergias e várias pessoas tinham muito mais alergias que eu.

Eu amaria poder participar de um evento assim aqui no Brasil!

Galeria:

Caso você conviva com um alérgico alimentar, ou tenha essa condição,  envie seu depoimento.  Faça uma conexão conosco.

Hospital e inclusão: A história de Camila

Me chamo Camila L. G. Andrade, sou cozinheira inclusiva da DaLu Sem Leite e fisioterapeuta de formação. Sou casada há Leia mais

Alergia com Alegria

Por Maria Gabriela Tolentino Mattos de Paiva @alergia.comalegria Tudo começou com um arroz, minha pequena Maria tinha 1 ano e Leia mais

O lado positivo da intolerância à lactose, por Ludmila Munhoz

Por Ludmila Munhoz Tenho 12 anos e nasci em Cuiabá, cidade quente mas acolhedora. Descobri ser intolerante a lactose aos Leia mais

Reflexões sobre industrializados

Ana Vieira @xoleite Quando eu indico industrializados, sempre alguém me critica. Mas de verdade, a única forma de não ser Leia mais