Conheça Síndrome da Enterocolite Induzida Por Proteína Alimentar (FPIES)

Em recente live com Monica Bellotto (@monicabellotto_meet), falamos muito sobre FPIES: um diagnóstico dentro das alergias alimentares pouco explorado. Mônica é a criadora do site FPIES Brasil. O Conexão Alimentar traz a seguir para vocês um breve resumo sobre o que é FPIES, diagnóstico e tratamento.

O que é a Síndrome da Enterocolite Induzida Por Proteína Alimentar (FPIES)?

Síndrome da Enterocolite Induzida Por Proteína Alimentar ou Food Protein Induced Enterocolitis Syndrome (FPIES) é uma reação alérgica do sistema gastrointestinal. Os alérgenos mais comuns são leite de vaca e a soja, mas qualquer alimento (mesmo aqueles supostamente hipoalergênicos, p.ex. arroz, aveia) podem causar uma reação FPIES. Normalmente começa no primeiro ano de vida.

Diferentemente da maioria das Alergias Alimentares, as reações FPIES começam 2 horas após a ingestão do alimento gatilho. Se caracterizam por vômitos abundantes e diarreia. Aproximadamente 20% dos casos, a criança, terá uma reação tão grave ao alimento, que entrará em choque hipovolêmico e precisará ser levada ao Pronto-Socorro para tratamento imediato.

O choque hipovolêmico é uma situação grave que acontece quando se perde grande quantidade de líquidos e sangue, o que faz com que o coração deixe de ser capaz de bombear o sangue necessário para todo o corpo e, consequentemente oxigênio, levando a problemas graves em vários órgãos do corpo e colocando a vida em risco.

Por volta de 75% das crianças apresentarão episódios AGUDOS no diagnóstico, enquanto 25%, terão sintomas CRÔNICOS, que se resolvem após evitar o alimento por aproximadamente 1 semana.

Diagnóstico

Na maioria das Alergias Alimentares, os testes padrão de pele e de sangue para IgE específico são válidos. Na FPIES, esses exames são negativos. Portanto, um histórico cuidadoso e exames clínicos são a chave para o diagnóstico.

Durante a reação aguda, exames laboratoriais podem mostrar uma elevada contagem de glóbulos brancos com aumento de neutrófilos e eosinófilos, contagem elevada de plaquetas, anemia (baixa contagem de glóbulos vermelhos) ou baixa albuminia, em particular nos casos crônicos. Em reações agudas graves, os pacientes podem desenvolver metemoglobinemia.

História Natural

FPIES aparece tipicamente antes dos 6 meses de idade, em bebês alimentados por fórmulas, com vômitos repetitivos e abundantes, diarreia, desidratação e letargia. Os sintomas ocorrem de 1 (uma) a 5 (cinco) horas após a ingestão do alimento gatilho.

Os gatilhos mais comuns são: leite de vaca, soja e arroz. Outros alimentos têm sido relatados: aveia, cevada, frango, peru, claras de ovos, ervilhas, amendoim, batata doce, proteínas de frutas, peixes e moluscos. Porém, FPIES é possível com qualquer alimento.

Em média, 60-90% das crianças com FPIES, superam a patologia aos 3 (três) de idade. Entretanto, existem algumas crianças que continuam com FPIES até a adolescência.

Tratamento

Para FPIES Aguda, hidratação endovenosa é normalmente necessária. Não existe terapia curativa até o momento. Evitar terminantemente o alimento causador é a conduta a ser seguida. Uma dieta hipoalergênica pode incluir: fórmula à base de aminoácidos livres ou fórmula à base de caseína extensamente hidrolisada.

Fonte: FPIES Brasil com informação fornecida pelo Conselho Médico da IAFFPE, Janeiro 2013.

E-books para quem vive com alergias alimentares.

Hoje separamos alguns E-books disponíveis com receitas para quem vive com alergias alimentares. Culinária Inclusiva por @conexaoalimentaroficial Receita Sem Leite e Leia mais

A importância do Diário Alimentar

Por Adriana Costa - @adrianacosta.nutri O diário alimentar é um dos melhores instrumentos que o nutricionista e o médico possuem Leia mais

Parabéns para a primeira turma do Curso Fundamentos da Confeitaria Inclusiva!

Bianca Kirschner A Chef Priscila Lorente que atua na sua loja Doces de Davi desde 2013, hoje também lidera a Leia mais

Conheça o Food Allergy Canada

O Food Allergy Canada é uma organização canadense que oferece um programa online gratuito em inglês para crianças e adolescentes, Leia mais