Sonia Corazza fala sobre os cuidados necessários com produtos cosméticos

O Conexão Alimentar conversou com Sonia Corazza, cosmetóloga e expert em formulações cosméticas há 45 anos e uma das mais renomadas profissionais da área no Brasil. Ela falou sobre os cuidados na checagem dos rótulos de cosméticos e trouxe outras dicas para alérgicos e pessoas sensíveis.

Qual o conselho que você pode dar para as mães e pais de alérgicos alimentares em relação ao consumo seguro de cosméticos?

Sempre buscar produtos testados dermatologicamente para peles sensíveis. E, sem dúvida alguma, procurar empresas idôneas, investigar na internet, no site da empresa, que tipo de testes comprobatório* –  foram conduzidos pela empresa para assegurar o uso da fórmula por pessoas alérgicas. Tudo isso antes de fazer qualquer compra. Ligar para o SAC da empresa e perguntar sobre a indicação e segurança de uso de todo e qualquer novo produto de uso rotineiro, pois muitas vezes é no uso acumulado que os malefícios do produto acontecem.

No Brasil, temos algumas marcas que trabalham o público de pessoas com alergia?

Sem dúvida! A Alergoshop https://alergoshop.com.br/) tem uma linha específica para pessoas alérgicas. A Darrow também tem uma linha para pessoas alérgicas. A Mantecorp, também.

Qual outra dica de segurança no uso de cosméticos?

O ideal é sempre procurar fórmulas hipoalergênicas, isentas de substâncias sensibilizantes. Mas eu aconselho a sempre buscar empresas especializadas em cosméticos para pele sensível.

Você já deve ter lido vários rótulos cosméticos com essa afirmação: “Não contém parabenos”. E é bem provável que não entenda qual a vantagem dessa ausência nos produtos para alérgicos. Vou explicar.

Parabenos são substâncias químicas que evitam o crescimento de microorganismos indesejados nas fórmulas cosméticas e dessa maneira garantem o prazo de validade do produto, tornando seu uso seguro sob o ponto de vista de não trazer organismos patogênicos para sua pele ou cabelo. Aparecem nas embalagens com denominações como estas: Ethyl paraben, Methyl paraben, Propyl paraben, Butyl paraben, Isobutyl paraben.

Qual o malefício ques o parabenos podem causar?

Segundo pesquisas científicas recentes, conduzidas por entidades independentes e idôneas, como o EWG (The Environmental Working Group), organização ambientalista norte-americana especializada em pesquisa e advocacia nas áreas de produtos químicos tóxicos e responsabilidade corporativa, os parabenos são danosos ao ser humano. Tais estudos mostram que os parabenos afetam negativamente o sistema imunológico, são potencialmente alergênicos. Então quem tem alguma sensibilidade no organismo jamais deve usar cosméticos contendo parabenos.

Como cosmetóloga, como você vê a situação de alérgicos alimentares e sua relação com os cosméticos no Brasil?

Cada vez mais as empresas estão se especializando em pessoas com alergias e sensibilidade exacerbada a cosméticos. Hoje, é bem comum encontrar produtos sem corantes, sem fragrâncias e sem parabenos – grandes grupos de substâncias potencialmente alergênicas. Afirmações na rotulagem como “dermatologicamente testado para peles sensíveis” são bem mais usuais atualmente do que há alguns anos- até porque este é um segmento de pessoas que só aumenta no mundo.

* testes que garantem que a formula é segura para alérgicos.

Entrevista a Manoel Fernandes Neto